Categorias
Cidadania Mulheres

Contemplativas na ação: notas em busca de entendimento da Mística feminina, no Medievo

Encerrou-se, no dia 14 próximo passado, o IV Seminário de Estudos Medievais, promovido pelo Grupo Interdisciplinar de Estudos Medievais (GIEM), na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), tendo como tema dos trabalhos “Utopias Medievais”. Entre conferências, Mesas de debate, minicursos e outras atividades, prevaleceram amplamente os trabalhos acerca das místicas medievais, dentre as quais: Hildegard de […]

Categorias
Cidadania Educação

A Mística como oxigênio de nossa Práxis de cada dia: considerações em torno da relação entre Ética e Mística, no horizonte cristão

Nosso dia-a-dia pode ser assumido como uma complexa malha composta de uma infinidade de fios existenciais, que somos chamados a tecer, e a conferir sentido aos mesmos. Disto tomando ou não consciência, estamos sendo continuamente interpelados por esse desafio existencial, ao longo do nosso processo de humanização. Com efeito, o existir humano – na verdade, […]

Categorias
Cidadania Español Mundo

El sentir místico en la génesis del poema

Resumen. Esta ponencia indaga en la relación –muy estudiada por otra parte- de la poesía con la mística. Destaca como una constante del quehacer poético, en diferentes épocas y autores, la presencia de un sentimiento de participación cósmica, que desencadena una necesidad expresiva. Ese sentimiento de participación y anonadamiento personal – al que considero de […]

Categorias
Brasil Cidadania

Dorothée Sölle. Uma mística da libertação na Europa, por Thierry Verhelst

Se a teologia da libertação emana do Sul, na Europa existe uma teologia dita “política” e de libertação social, como a de Dorothée Sölle (1929-2003). Elas também expressam a necessidade de uma transformação radical das estruturas econômicas e políticas, a fim de assegurar mais justiça e paz nos países ricos e no mundo. Dorothée Sölle […]

Categorias
Brasil Español Mulheres Mundo

Notas sobre Poesía y Mística

El halcón vuela lejos y vuelve siempre al puño del halconero. José Ortega y Gasset 1. El hombre, ser que padece la trascendencia. Más allá de los cambios culturales que trajo la Modernidad, muchos poetas actuales podrían suscribir aquella frase de Baruj Spinoza: Sentimos, experimentamos que somos eternos. Ofrecía, en efecto, una constatación de orden […]