Arquivo da tag: Cores

Colores y letras

Atención a los colores

Amarillo

Ayer celebré le fecha de mi entrada en Brasil

Ipés amarillos florecidos del lado de acá de la frontera

La primavera proseguiría

Ahora esta mañana

Arcoiris en la calle

Entré en él

Pasé por él

Atención a las letras

Alegría

Amarillo es sol

Acacia florecida

Y otra florcita que encontramos al llegar a Carapibus

¿Sandía? ¿Zapallo?

Sigue el juego

Amarillo es confianza

Es trabajo

Es seguridad.

(09-12-2022)

Jogo da memória

O que é que a minha experiência me diz?

Que eu posso

Que há mais lugar

Que eu posso ser feliz

Que eu sou feliz quando me sintonizo na frequência do amor

O prazer e a alegria

Azul

Amarelo

Vermelho

Cada cor é um sentimento, uma sensação e uma compreensão

A memória é o espaço da vida

É o lugar do ser

É onde estou

É o que eu sou

Não preciso me entulhar com o que não é meu

Boto o lixo para fora.

Ilustração: “Flores depois da chuva”

É tempo de união!

Os tempos mudam

Todo tempo é tempo

Se estivermos atentos e atentas

Cada instante é uma estreia

Ou uma re-estreia

Podemos nos eternizar

Se vivermos desde a nossa realidade

Nenhuma pessoa é um ser genérico

Somos seres singulares e únicos

Temos nos acostumado

Ou não

A agirmos como se fossemos uma massa indiferenciada

Nenhum de nós pode viver uma vida que não seja a própria

A viver então

O medo foi afastado

O amor veio para o meio

A esperança voltou para cá

A força da vida

A libertação

A felicidade

São coisas concretas

A vida é uma coisa concreta

Eu não vivi até aqui

Para agora jogar tudo fora

Floresço e cresço com um povo

Feito de pessoas que querem também florescer e crescer

Como quando cheguei ao Brasil

Esse mesmo espírito é o que me guia agora

Não há tempo a perder

A hora é agora

“Quem corre cansa, quem anda alcança” diz o dito popular

Arco-íris nos ensina

Cada cor é uma emoção e uma sensação

Uma compreensão e uma ação

Vamos com este guia que nos guia

A cada momento podemos e devemos

Agir ordenadamente, integradamente

Tijolo por tijolo

Como ensinava Paulo Freire

Assim se faz uma casa

Uma igreja

Um hospital, um posto de saúde

Um cinema

A calçada por onde vamos

(Colho neste momento da minha vida

A soma dos tempos

A experiência reunida)

É tempo de união

Reunião

Celebração

Ação

Comunidade

Humanidade.

Amarelo

A construção do livro que sou

O livro que venho compondo

Com a alegria e colaboração de pessoas queridas

Muito próximas

Família e algumas outras pessoas do horizonte comunitário

Este livro, dizia e digo em alto e bom tom

Amarelo

Começa

Começo

Sol

(Inexplicadamente mas nem tanto)

O que me ilumina

O que ilumina o mundo

Sol de todos os tempos

Sol somente sol

Brincar com palavras

É brincar de ser feliz

Sendo quem sou

Voltar de Mendoza para João Pessoa

De casa em casa

Casa amarela

Força

Confiança

Segurança

Tudo que preciso para ser feliz.

Balance

Un año movidito

“Un paso me es bastante,” decía Gandhi.

Esta mañana al caminar por la beira mar recordaba esta frase

Este año ha sido de una intensidad y focalización admirables

La publicación de mi libro sobre Um TC em busca de si mesmo

La participación en los cursos de formación en Terapia Comunitaria Integrativa en Crateús, MISC-PB y UFPB

El rescate de mi niño interior

La partida de mi padre

El reencuentro con mis hijxs

La suma de los pasos que me trajeron hasta aquí

La poesía y la literatura como lugares de reconstrucción y placer

Oración y meditación simplificando la vivencia y el centramiento

La visión interna, el color, una palabra, una persona

Rehaciendo el estar aquí eternamente

El amor de María que me reúne

La luz que me conduce desde el amanhecer

La confianza que vence al miedo o al menos lo minimiza

El recurso a la experiencia como liberación

El tejido mínimo que me constituye y sostiene

Las raíces que me fortifican

Las redes solidarias que vencen la siembra del odio

Amarillo

Uma cor pode ser uma muito boa companhia.

Hay unos días que uno cree que podría llegar a querer resumir de algún modo. Juntar algunos momentos, algunas sensaciones, algunas imágenes.

Algunas palabras que pudieran llegar a decir lo que fue ese día. Lo que está siendo este día. Porque el día todavia está siendo. Algunos hilos de luz vas recogiendo.

La ida al mercadito de mañana. La carnicería. El almacén. La frutería. La vinería. La colorería, donde compré unos colores cerca del mediodía.

El día había empezado amarillo. Amarillo en medio de la oscuridad y el frío. Amarillo. Entonces empezó el día. Ahora ya es de noche.

Entonces el paseo a Cacheuta. El amarillo me acompañó todo el día. Me dí cuenta de como un color puede ser y es una muy buena compañía.

Un color es todos los colores. Magenta. Amarillo. Un color es todos los colores. Los colores son una compañía. Un color son sensaciones.

Sentimientos. Imágenes. Recordé cuadros en amarillo que pinté durante mi vida. Van Gogh. Los girasoles. Flores. Soles. Calor. Fuego. Fogata. Viajes.

Un color es muchas cosas. Sensaciones. Sentimientos.