Categorias
Brasil Campo Cidadania Cidades Direitos Humanos Educação Español Mundo Saúde Terapia Comunitária Integrativa

Experimentando

Muchas veces uno no tiene nada en especial para decir. De esta forma he empezado varias veces mis escritos. Pero el hecho de no tener nada en particular para escribir, no impide que, de todas formas, algo vaya siendo dicho. La palabra viene por sí misma. Esta mañana y ayer a la noche, al volver […]

Categorias
Brasil Cidadania Educação Español Mundo

¿Cómo elegir un libro?

¿Cómo elegir un libro que vamos a leer? Creo que cada persona que lee, deberá tener varias respuestas para esta pregunta. Pero como no es mi propósito aquí y ahora hablar de generalidades, me atendré a la forma como yo mismo elijo un libro para leerlo. Hace algunos días, teminé de leer Angustia, de Graciliano […]

Categorias
Brasil Cidadania Educação

Atenção à atenção: Julio Cortázar e Graciliano Ramos

Uma das coisas que mais me chama a atenção, é a forma como os escritores e as escritoras prestam atenção à atenção. Isto é, à forma como percebemos os mundos externos e internos, a forma como nos vemos a nós mesmos e aos demais, como sentimos, pensamos, desejamos, amamos, escrevemos, lemos, etc. Em particular, venho […]

Categorias
Brasil Cidadania

Plenitude

Alguns dias custam para serem resumidos. O que queria (e ainda quero) dizer é que algumas vezes um dia nos preenche de tal modo com a sua simplicidade, que as palavras pode ser que não deem conta da sua tarefa de tratar de dizer o que foi que aconteceu, o que foi que nós recebemos […]

Categorias
Brasil Cidadania Educação

São Bernardo, de Graciliano Ramos

Ayer terminé de leer, por segunda vez, São Bernardo, de Graciliano Ramos. No deja de llamarme la atención el hecho de que un acontecimento como este, tenga tanta significación. La lectura de un libro, sobre todo la de un libro con cuyo autor tenemos profundas afinidades, es siempre algo que va más allá de lo […]

Categorias
Brasil Cidadania Saúde Terapia Comunitária Integrativa

O inacabamento do saber

Saber que o saber não está acabado, nos põe frente à possibilidade de virmos a conhecer, de virmos a saber alguma coisa. O que está aqui, o que quer que seja que está aqui, eu, vocês, qualquer coisa, é desconhecida, a menos que tenhamos aprendido a nos distanciar dela a força de acreditar em suposições, […]