Categorias
Cidadania Economia Mulheres

SP: Lula se encontra com trabalhadoras domésticas neste domingo (4)

Em São Paulo, Lula vai se encontrar com trabalhadoras domésticas neste domingo, 4. Ele sabe o quanto as mulheres que trabalham nos lares das famílias brasileiras são valiosas e quer continuar o legado do Partido dos Trabalhadores (PT) na promoção e na garantia dos direitos trabalhistas das domésticas.

Encontro com trabalhadoras domésticas
Data: 4 de setembro
Hora: 9h
Local: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – Rua João Basso, 231 – Centro, São Bernardo do Campo (SP)

Assista aqui:

Assinada por Dilma Rousseff em 2015, a PEC das Domésticas assegurou direitos trabalhistas como férias e 13° salário para 1,8 milhão de trabalhadoras. A deputada Benedita da Silva (PT/RJ) foi relatora da PEC e incluiu 16 direitos para as domésticas, entre eles Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), remuneração do trabalho noturno superior ao diurno, jornada de 44 horas semanais, hora extra, salário-família e igualdade de direitos entre trabalhador com vínculo e avulso.

O PT fez história, garantiu a paridade de direitos entre os trabalhadores e trabalhadores no Brasil e enfrentou o legado do racismo e da escravidão.

Avesso aos direitos humanos e à pauta feminista no país, Bolsonaro, quando era deputado, lutou contra PEC das Domésticas. Inclusive, não votou na época. A Emenda Constitucional 72 foi aprovada por 359 votos favoráveis e 2 contrários.

O discurso preconceituoso bolsonarista também foi reverberado pelo ministro da Economia Paulo Guedes, que disse à imprensa em 2020, quando o dólar bateu o quarto recorde consecutivo em relação ao real:  “O dólar alto é bom pra todo mundo, pois empregada doméstica estava indo para Disney, uma festa danada’.

Veja a fala preconceituosa de Guedes:

Diferentemente de Bolsonaro e Guedes, Lula aposta nas 6 milhões de trabalhadores domésticos no país, que são representados por 90% de mulheres.

Durante uma agenda em Belém, Lula fez uma crítica ao mercado financeiro e afirmou que as mulheres são prioridades no Brasil.

“Mercado que me interessa é aquele em que as mulheres entram para comprar comida”.

Leia também: Trabalhadores comemoram regulamentação da PEC das Domésticas

Fonte: PT

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile