Categorias
Cidadania Mídia Mundo

Secretário-geral da ONU distinguido pelo Vaticano com Lâmpada da Paz

O trabalho de António Guterres foi distinguido na Basílica de São Francisco de Assis, com o líder das Nações Unidas a receber a Lâmpada da Paz, cujo principal objetivo é destacar aqueles cujos esforços contribuem para promover a paz e harmonia a nível mundial.

A lâmpada inspira-se na mensagem franciscana, sendo feita de vidro para demonstrar a pureza e deixar transparecer o óleo que arde no seu interior, que por sua vez simboliza a humildade e o desejo de renascimento e de compromisso social. O prémio é uma réplica de uma lâmpada de vidro a óleo que arde ao lado da campa de São Francisco de Assis, o fundador desta ordem religiosa.

António Guterres é reconhecido com este prémio devido ao seu trabalho a favor da paz, do diálogo e da união, juntando-se a outras personalidades distinguidas com a Lâmpada da Paz desde a sua criação em 1981, tal como Papa João Paulo II, o Dalai Lama, Santa Teresa de Calcutá e o antigo líder soviético Mikhail Gorbachev.

UN Photo/Manuel Elías

No seu discurso, o secretário-geral considerou que o reconhecimento não é apenas individual, mas que também se estende a todos os funcionários das Nações Unidas, que “lutam pela paz em todo o mundo”. O líder da Organização considera que “a tolerância não é suficiente”, reiterando que é fundamental que os seres humanos aprendam a respeitar e a amar o outro, independentemente das diferenças que existam.

O líder da ONU termina o seu agradecimento pela distinção com um apelo à paz, apelando para que “num mundo repleto de escolhas, [escolhamos] a paz”.

Fonte: Nações Unidas

Deixe uma resposta Cancelar resposta