Categorias
Cultura Educação Saúde

O sentir é a costura dos tempos da vida

Trato de juntar os dias

Me juntar nos dias

Trazer para a página

Aquelas impressões e fatos

Que me trouxeram alegrias

Ou que, simplesmente, aconteceram

Neste espaço da vida que vivo

Bem aqui, no meu quintal, na minha casa

O gatinho preto veio se instalar na mesa no alpendre.

Três encontros pela manhã

Amigos e amigas

Vizinhos e vizinhas

Laços de afeto

Me unem ao que me rodeia

Esses fios invisíveis

São o que sustenta a vida

São indestrutíveis

Apenas precisamos saber que ali estão.

Depende de mim

Sentir o que sinto

Sentir as pessoas em volta

Depende de mim

Apenas depende de mim

Prefiro sentir

É melhor sentir

Isto me alegra e me sustenta

É a costura dos tempos da vida.

 

Por Rolando Lazarte

Escritor e sociólogo. Terapeuta Comunitário. Professor aposentado da UFPB. Membro do MISC-PB Movimento Integrado de Saúde Comunitária da Paraíba. Vários dos meus livros estão disponíveis on line gratuitamente: https://consciencia.net/mis-libros-on-line-meus-livros/

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile