Categorias
Cultura

O bloqueio é uma arma deletéria de que o Império abusa, impunemente

O bloqueio é uma arma deletéria de que o império abusa, impunemente

Os piratas são bandos bem armados

Que espalham terror aos viajantes

Extorquindo riquezas fascinantes

Escapando ao controle do Estado

Aumentando o infortúnio dos roubados

Da fortuna e do lucro tão prementes

O sistema atual é recorrente

Só aumenta dos povos a miséria

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

Pouca gente acompanha mais de perto

Os estragos letais de um embargo

Que aos punidos só restam mais amargos

O império os isola, qual deserto

Sua vida tornando algo incerto

São os povos que sofrem, os mais carentes

De recursos, de bens pra suas gentes

Golpeadas, enfim, em sua artéria

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

É o caso de Cuba, bravo povo

Que aos caprichos do Império já não cede

Nem adora seu deus, em sua sede

Preferindo investir em algo novo

Dos humanos buscando um renovo

Apesar dos ataques persistentes

Tem mostrado avanços de sua gente

Em saúde, instrução, outras matérias

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

 

Se tornando destrutivo o bloqueio

Relevante tarefa se revela

Tudo mostra as gravíssimas sequelas

Que as nações mais altivas sofrem em cheio

É preciso mostrar – e sem rodeio

Os efeitos perversos persistentes

De que sofrem, aflitas, nossas gentes

A pretexto que parece até pilhéria

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

 

O que leva a potência principal

Castigar uma ilha tão pequena

A mantê-la meio século nesta arena

Qual foi mesmo seu pecado e grande mal?

Foi negar-se ao Império, ser serviçal!

Por tocar seu projeto autonomamente

Refutando amarras a outra gente

Mesmo à custa de golpe em sua artéria

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

Verdadeira tragédia é o bloqueio

Para todo país que é punido

Agravando no povo o seu gemido

Pois nenhum dos setores fica alheio

No processo econômico duro freio

Combater tal mazela faz-se urgente

Conclamando  os “debaixo” a ampla frente

Todo o esforço se faz contra a miséria

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

 

De efeito similar, outras medidas

O sistema impõe, bem amiúde

Mesmo tendo outros nomes, não ilude

Consequências terríveis, desmedidas

Carreando infortúnio às suas vidas

Sequestrando de povos bens correntes

Descontrole causando àquela gente

Venezuela é exemplo, na matéria

O BLOQUEIO É ARMA DELETÉRIA

DE QUE O IMPÉRIO ABUSA, IMPUNEMENTE

 

João Pessoa, 16 de dezembro de 2020.

Deixe uma resposta