Categorias
Brasil

Movimento social organizado avança na conquista de direitos em Erechim (RS)

No última terça-feira (04/12) foi realizado em no centro da cidade de Erechim (RS) o “Acampamento em Defesa dos Direitos Sociais”. Participaram da atividade movimentos sociais com o objetivo de trazer para conhecimento da sociedade as mais diversas reivindicações, que abrangem as questões da educação, saúde, habitação, direitos trabalhistas e agricultura, entre outros.

O acampamento teve por objetivo trazer para conhecimento da sociedade as mais diversas reivindicações, que abrangem as questões da educação, saúde, habitação, direitos trabalhistas e agricultura, entre outros. Outro objetivo foi trazer para o conhecimento da sociedade a preocupação com a retirada de direitos dos trabalhadores.

Participaram da atividade movimentos sociais como o MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), MPA (Movimento dos Pequenos Agricultores) e MPU (Movimento Popular Urbano), Pastorais Sociais, Movimento dos Recicladores, Sindicato dos Metalúrgicos, Sindicato da Alimentação, Cepers, Atapers, Sutraf- Alto Uruguai e Crehnor.

Uma comissão dos movimentos e organizações entregou a pauta de reivindicação na Delegacia de Ensino, na Prefeitura Municipal e no Ministério Público Federal, que agendou para dia 13 de dezembro uma reunião com todas as organizações para discussão da mesma.

Conquista das Famílias Beira-Trilho

A relocação das famílias beira-trilho atingidas pela reativação da estrada férrea pela ALL – América Latina Logística dá um passo a frente. Fruto do processo de luta e organização das famílias no Movimento Popular Urbano, no último sábado a prefeitura levou as famílias para conhecerem as terras que estão sendo apresentadas para reassentamento. No dia de ontem ocorreu uma audiência com presença do Ministério Público Federal, Prefeitura Municipal, ALL, Ministério das Cidades e representantes das famílias pra avançar nas definições do processo de relocamento das famílias.

Universidade Federal: cada vez mais próxima de nossa região

Na segunda (3/12), reuniram-se no município de Concórdia/SC mais de cem pessoas dos estados do RS, PR e SC. A reunião da coordenação do Movimento Pró-Universidade Pública e Popular teve como objetivo avançar na definição dos locais onde serão implantados os primeiros campus da futura universidade, que será multicampi com unidades nos três estados. A definição da coordenação é que o movimento continuará a luta pelos 7 campus, entendendo que a oferta do MEC de instalar apenas três campus (um em cada Estado) não corresponde com a realidade da grande mesorregião sul região, que abrange aproximadamente 400 municípios e 4 milhões de habitantes.

Definiu-se também que as regiões de Erechim e Missões serão os dois primeiros locais de instalação dos campus no Rio Grande do Sul. Outras quatro regiões estão no plano de expansão para os próximos anos. A sede da universidade será em Santa Catarina e no Paraná o local será definido antes do dia 13 de dezembro, data da nova reunião de trabalho com o MEC, onde o movimento apresentará os locais definidos. A luta pela universidade federal já vem sendo travada na região a quatro anos e, fruto deste processo de organização popular, o sonho começa a se concretizar.

Informações à impremsa:
Setor de Comunicação do MAB

Tel.: (54) 3522-1857

_______________________________________
Lembre-se que você tem quatro opções de participação: (I) Um email de cada vez; (II) Resumo diário; (III) Email de compilação; (IV) Sem emails (acesso apenas online). Para cancelar, responda solicitando. [www.consciencia.net/agencia]

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile