Categorias
Opinião

Mau tempo na imprensa carioca

Gustavo Barreto, da redação – Tão ou mais desesperadora que a situação das famílias que tiveram suas casas destruídas em decorrência de desabamentos no Rio de Janeiro é a atual situação de grande parte da imprensa que cobriu os acontecimentos, alguns com vítimas fatais. As cenas de pessoas que perderam tudo é uma constante há muitos anos, com histórias trágicas e destaque para grandes deslocamentos de terras e casas completamente destruídas. A dor das pessoas também é fortemente ressaltada neste tipo de reportagem.

A grande questão aqui é que há anos se faz um jornalismo medíocre no que diz respeito às responsabilidades públicas e privadas, sem qualquer traço de preocupação com o interesse coletivo. As exceções apenas reforçam a regra. Os desabamentos ocorrem ano após ano por conta do descaso das administrações municipais, Estadual e Federal quanto à questão da habitação (…) Leia o artigo clicando no título.

Publicado no Portal Comunique-se.

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile