Categorias
Brasil Cidadania

Ipespe: Haddad lidera pesquisa para governador e chega a 38% com apoio de Lula e Alckmin

Ex-prefeito e ex-ministro tem preferência do eleitor em três cenários

O ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) lidera a disputa pelo governo do estado, de acordo com a pesquisa Ipespe divulgada nesta sexta-feira (18). O levantamento mostra que o petista chega a 38% das intenções de voto se sua candidatura for apoiada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelo ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido).

No primeiro cenário, a pesquisa mostra o Haddad com 20% das intenções de voto, empatado com Alckmin, que tende a abandonar a corrida ao estado para ser vice de Lula na eleição presidencial. Na sequência, aparecem Márcio França (PSB), com 12%, Guilherme Boulos (Psol), com 10%, e Tarcísio de Freitas e Rodrigo Garcia (PSDB), com 7% cada.

Em simulação de cenário sem Alckmin, mas com o PSB lançando candidato, Haddad aparece com 28%, seguido por França, com 18%. Boulos, com 11%, fica em terceiro, seguido pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas (candidato de Bolsonaro), com 10%, e Rodrigo Garcia, com 5%. Mas quando se exclui a candidatura de Márcio França da disputa, Haddad chega a 33% da preferência do eleitor.

 

Influência do apoio de Alckmin maior que a de Lula, segundo a pesquisa Ipespe, favorece tanto Haddad em São Paulo quanto a tese do ex-presidente pela aliança em uma chapa para presidência

Corrida à Presidência

Ainda segunda a pesquisa Ipespe realizada em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lidera a corrida presidencial com 34% das intenções de voto no estado. O petista tem vantagem contra Jair Bolsonaro (PL), que tem o apoio de 26% dos paulistas. Já o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) conta com a preferência de 11% dos eleitores do estado, e Ciro Gomes (PDT), 7%.

Além disso, em simulações de segundo turno, Lula também vence todos seus adversários no estado. Contra Bolsonaro, a vitória seria por 46% a 34%. Se enfrentasse Moro, ganharia com 46% a 33%. Caso o governador João Doria (PSDB) passasse do primeiro turno, o petista teria a preferência de 47% dos eleitores, ante 26% do tucano.

A pesquisa também questionou o índice de popularidade de Bolsonaro e Doria. O governador de São Paulo possui avaliação positiva de apenas 24% dos paulistas, enquanto 38% consideram sua gestão regular e outros 36%, péssima. Já Bolsonaro, é considerado bom para 24% dos eleitores e ruim para outros 56%. Consideram regular a gestão federal outros 19%.

O levantamento realizado entre segunda e quarta-feira (14 a 16) ouviu mil pessoas por telefone. A pesquisa está registrada nos sistemas do TSE sob o código BR-08006/2022. O nível de confiança é de 95,45%, e a margem de erro estimada é de 3,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Confira íntegra da pesquisa Ipespe para governo de São Paulo

Fonte: Rede Brasil Atual

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile