Categorias
Opinião

Genoíno vai ser o novo ministro da Defesa de Dilma?

A Folha de S. Paulo informa, numa notinha desta 2ª feira, que José Genoino ganha medalha do Exército:

José Genoino foi condecorado pelo Exército ontem, no Rio, com a Medalha da Vitória. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse que a escolha foi sua e que foi a primeira vez que um ex-guerrilheiro do Araguaia recebeu a distinção.

Réu no processo do mensalão no STF, Genoino não se reelegeu deputado federal e foi nomeado neste ano assessor especial de Jobim.

Ele estava na primeira fila entre os 284 condecorados com a medalha, criada para homenagear os que contribuem para ‘difundir a atuação do Brasil em defesa da liberdade e da paz mundial’ e que prestaram serviços relevantes ao Ministério da Defesa.

Não tenho nenhuma  informação de cocheira, mas, desde que Genoíno foi nomeado, fiquei com a impressão de que uma investidura tão esdrúxula só poderia ter uma explicação: a de ele ter sido escolhido para assumir a pasta da Defesa, quando Jobim entregar o cargo, no meio do ano.

Então, para preparar o terreno, Jobim estaria agora aproximando o antigo guerrilheiro rendido dos antigos executores de guerrilheiros rendidos. [Genoíno teve a sorte de ser capturado logo no início das hostilidades no Araguaia, quando os militares ainda não haviam decidido eliminar todos os militantes do PCdoB encontrados na região.]

Caso o roteiro seja este mesmo, a única dúvida é: quem vai engolir o batráquio mais indigesto, Genoíno ou as Forças Armadas?

Em breve saberemos se minha intuição foi boa.

Uma resposta em “Genoíno vai ser o novo ministro da Defesa de Dilma?”

Triste este sr genoíno. Sr. de luz apagada, quase um fantasma. Na época do mensalão vimos ele se virando que nem charuto na boca de bêbado para tentar sanear as contas do PT, pois como o caixa 2 tinha sido estourado, tiveram que pagar as contas com dinheiro legal. Aí, apareceu um partido quebrado que gastava dinheiro com carros de luxo e encontros espúrios em hotéis 7 estrelas cercados de ostentação e pura vaidade.
Depois, com a maior cara de pau, vem este sr e pede ajuda ao filiado ingênuo da periferia para reconstruir o que ele chama de “partido dos trabalhadores”. É de embrulhar o estômago.

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile