Categorias
Cultura Favelas Rio de Janeiro

Documentário registra funk acelerado nos bailes de favela

O documentário “150 BPM: o Ritmo Louco”, lançado na terça-feira 19 de novembro no YouTube, entra de forma inédita no universo dos bailes de favela do Rio de Janeiro com objetivo de ouvir o que a nova geração de Djs e Mcs tem a dizer.

O documentário “150 BPM: o Ritmo Louco”, lançado na terça-feira 19 de novembro no YouTube, entra de forma inédita no universo dos bailes de favela do Rio de Janeiro com objetivo de ouvir o que a nova geração de Djs e Mcs tem a dizer. Produzido de forma colaborativa e independente, o documentário dirigido pelo jornalista Lucas Rodrigues é o primeiro registro audiovisual dos bailes funks depois do fim das UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora), marcando um novo momento dentro gênero musical.

Foto: Clara Sthel

Com imagens exclusivas de um dos mais populares bailes da atualidade, o Baile da Colômbia, localizado no Complexo do Lins, o documentário “150 BPM: o Ritmo Louco” traz personagens como os Djs FP do Trem Bala e Iasmin Turbininha para mostrar como eles estão revolucionando o funk a partir de um ritmo mais acelerado – produzido desde 2016 a 150 batidas por minutos (BPM).

Além dos novos protagonistas, o documentário também trouxe agentes da velha guarda, como a Valesca Popozuda, e ainda o antropólogo Dennis Novais para fazer uma contextualização histórica e social do gênero musical, considerado um patrimônio cultural.

Foto: Clara Sthel

Com direção fotográfica de Rodrigo Costa – fotógrafo, produtor cultural da Baixada Fluminense e criador do coletivo Cena BXD – e da jornalista e fotógrafa Clara Sthel, que já teve suas fotos em lugares como Zona Norte ETC e Revista Escambo, o documentário tem o compromisso de protagonizar a vivência periférica de forma não estereotipada. O filme foi editado pelo comunicador e estudante de Mídias Victor Hugo Liporage, que já montou documentários como “Meu Fuzil é a Poesia”.

Foto: Clara Sthel

O filme está disponível gratuitamente no YouTube. Para assistir, clique no link: https://youtu.be/2INGASadKk8.

Deixe uma resposta