DF: Atentado contra morador de rua

Corpo de morador de rua queimado é enterrado no Entorno do DF (28/02/2012). ‘Ele não merecia ter morrido do jeito que morreu’, diz primo do jovem. Outra vítima de ataque está lúcida e em estado estável, afirma hospital.

Cícero Miclos Tavares Júnior, primo da vítima, acompanhou o enterro e contou que o rapaz que teve 67% do corpo queimado era dependente químico. “Estamos revoltados, independentemente de quem ele era, se era morador de rua ou dependente químico, ele não merecia ter morrido do jeito que ele morreu. Foi uma covardia, uma crueldade”, afirmou.

O outro sem-teto vítima de ataque continua internado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran). De acordo com a assessoria a unidade, ele está lúcido, em estado estável e responde bem ao tratamento.

Leia em http://glo.bo/yK1Yn9

Por Gustavo Barreto

Jornalista, 39, com mestrado (2011) e doutorado (2015) em Comunicação e Cultura pela UFRJ. É autor de três livros: o primeiro sobre cidadania, direitos humanos e internet, e os dois demais sobre a história da imigração na imprensa brasileira (todos disponíveis clicando aqui). Atualmente é estudante de Psicologia. Acesse o currículo lattes clicando aqui. Acesse também pelo Facebook (fb.com/gustavo.barreto.rio) e Twitter (@gustavobarreto_).

Deixe uma resposta Cancelar resposta