Caso Brumadinho: Manifestantes dizem que não foi acidente, foi crime

    [Por Adriana Medeiros – Vozes das Comunidades] Atos em solidariedade às vítimas da tragédia de Brumadinho (MG) começam a acontecer em outros estados do Brasil. No Rio de Janeiro, um ato de protesto em frente à Vale, organizado por movimentos sociais e sociedade civil, criminalizou a empresa. O crime flagrante já contava então […]

#Ocupa Vale – RJ, Botafogo,28-01-2019. Fotos de Adriana Medeiros

 

 

[Por Adriana Medeiros – Vozes das Comunidades] Atos em solidariedade às vítimas da tragédia de Brumadinho (MG) começam a acontecer em outros estados do Brasil. No Rio de Janeiro, um ato de protesto em frente à Vale, organizado por movimentos sociais e sociedade civil, criminalizou a empresa. O crime flagrante já contava então com 60 mortos e cerca de 300 desaparecidos em 4 dias de resgate. A lama contaminada ainda pode chegar ao Rio São Francisco, tornando o crime reincidente de rompimento de barragem da Vale – a maior mineradora no Brasil e dita a mais segura – um desastre sem precedentes na história do Brasil e alertando para futuros riscos, inclusive em outros estados. A privatização, aliada ao financiamento dessas empresas a campanhas políticas, foi apontada como a base dos danos irrecuperáveis ao meio ambiente e muitas mortes humanas.

O protesto foi realizado no dia 28 de janeiro.

Deixe uma resposta