Categorias
Cultura

Caros Amigos de fevereiro nas bancas

Já está nas bancas a nova edição da revista Caros Amigos. Mais uma vez procuramos veicular reportagens, entrevistas e artigos sobre assuntos da maior relevância social, cultural e política – e nem sempre abordados pelos grandes meios de comunicação…

Já está nas bancas a nova edição da revista Caros Amigos. Mais uma vez procuramos veicular reportagens, entrevistas e artigos sobre assuntos da maior relevância social, cultural e política – e nem sempre abordados pelos grandes meios de comunicação.
É o caso, por exemplo, do problema do assédio moral, que ganha uma dimensão cada vez maior nas várias relações da sociedade, principalmente nos locais de trabalho. Quase sempre o assédio acontece na forma sutil de submissão do trabalhador ao processo produtivo e esconde antigas práticas usadas para impor a exploração e a mais destruidora humilhação.
A jornalista Tatiana Merlino relata, com informações e análises de respeitados estudiosos, como está a proliferação do assédio moral dentro das empresas, como identificar essa mazela na relação trabalhista e o que fazer para denunciar aqueles que se aproveitam do medo e da fragilidade das pessoas para obter algum tipo de vantagem – de maneira torpe e antiética.
Fruto do atual modelo dominante, e especialmente voltada para a ampliação das margens de lucro das empresas, a terceirização dos serviços e de etapas do processo de produção industrial provocou uma grande transformação na organização do trabalho nos últimos 20 anos. O jornalista Caio Zinet aponta quais são os principais danos da terceirização, hoje, num país em que os dados oficiais registram que mais de 25% dos trabalhadores já vivem nessa condição de grande precariedade.
Outra reportagem essencial – da jornalista Gabriela Moncau – denuncia os equívocos e os danos causados pelas chamadas “comunidades terapêuticas”, muitas das quais são administradas por grupos de pregação religiosa, não adotam métodos adequados no tratamento dos pacientes e praticam todos os tipos de violações. Ela mostra que tais entidades privadas – com práticas terapêuticas questionáveis – são sustentadas pelo dinheiro público, em substituição a um serviço que deveria ser prestado pelo Estado.
Uma oportuna entrevista com o presidente da Associação Juízes para a Democracia (AJD), juiz José Henrique Rodrigues Torres, esclarece que boa parte dos recentes confrontos entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e as várias instâncias do Judiciário tem a ver com a ausência de democracia no próprio Poder.
Entrevista com o jornalista Nilton Viana, editor-chefe do semanário Brasil de Fato, lembra os nove anos do jornal – criado pelo MST – e debate a importância e as principais dificuldades da imprensa alternativa e de esquerda no País.
Caros Amigos tem muito mais: reportagens sobre a crise em Portugal e as reformas em Cuba, artigo de José Arbex Jr. sobre as violências do Estado na USP, Cracolândia e Pinheirinho, além das boas análises da equipe de colaboradores da revista.
Não perca Caros Amigos – a primeira à esquerda.
Abraços.
Hamilton Octavio de Souza
Editor

Deixe uma resposta