Agenda Social consolida liderança de Dilma

Diante da subida de Dilma no último Datafolha, restaria para a oposição de direita restaria torcer pela quebra da economia ou para que protestos como os de junho irrompam durante a Copa do Mundo – e deixar que as corporações de mídia façam seu trabalho.

CNT mostra avanço de Dilma pós-protestos

A pesquisa divulgada essa semana pela CNT/MDA consolida a percepção de que a presidenta Dilma foi a candidata mais afetada pelos protestos de junho, ou, mais especificamente, pela maneira como as corporações de mídia comunicaram os protestos…

Mídia e evangélicos operam, Datafolha registra

A pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada no último dia 9 de junho, deve ser analisada para além do ufanismo da turma do Aécio e do clima de “já ganhou” em que continua mergulhada parte da esquerda. Em relação ao levantamento anterior, a favorita Dilma Rousseff perdeu 7 pontos (58 para 51), sendo que 4 migraram para Aécio Neves e os outros 3 passaram ao conjunto dos que ainda não se decidiram ou não souberam responder…

Das ruínas de Antígua nasce a promessa de uma nova OEA

As ruas de Antígua, na Guatemala, parecem vivas. São quase todas de pedra e, a cada esquina, há um pedaço de ruína que conta um pouco de sua história. Ao longo dos séculos, em duas circunstâncias a cidade foi destruída: uma vez, devido a uma erupção vulcânica, outra pela força de um terremoto…

A tortura nos presídios com os dias contados

O mês de abril foi um tanto quanto auspicioso para os Direitos Humanos. Entre os avanços e recuos, as violações e as promoções, o saldo foi positivo. Se por um lado 30 pessoas em situação de rua foram barbaramente assassinadas desde agosto em Goiânia, por outro o prefeito instalou um centro de referência na cidade para proteger essas pessoas e a Secretaria Nacional de Direitos Humanos foi a público denunciar a política de extermínio em curso no estado e a incompetência das autoridades locais para lidar com a questão, pedindo a federalização das investigações…

Mídia e evangélicos, os fiéis da balança de 2014

O mais importante é monitorar o comportamento dos meios de comunicação e dos evangélicos. Justamente a combinação explosiva que levou a eleição passada para o 2º turno, com a campanha suja contra Dilma na reta final.

Sair da versão mobile