Categorias
Opinião

Apedrejamento Vernáculo – AÇÃO URGENTE CONTRA A BARBÁRIE JUDICIAL


Carlos Alberto Lungarzo

Anistia Internacional (USA) – 2152711

Acabo de receber um e-mail do Carrefour, onde afirmam que eles não podem retirar a denúncia, porque aquele “crime” é uma ação pública incondicionada e já está nas mãos da “justiça”.

Como ativista de Direitos Humanos quero uma solução prática. Um grupo de amigos da minha ONG vai pagar a fiança para que a juíza possa dormir tranquila, pensando que protegeu uma sociedade tão limpa como a nossa, tão alheia à corrupção de uma perigosa criminosa favelada.

O PROBLEMA É QUE PRECISAMOS SABER ONDE DEVE SER PAGA A FIANÇA, ANTES QUE A COITADA VÍTIMA DESTES CARRASCOS SEJA PRESA E TORTURADA, como aconteceu com a mulher que furtou um xampu faz alguns anos e PERDEU UM OLHO.

Vamos deixar para outro momento as ações reivindicatórias, pois há muito para lutar contra esta barbárie.

Minha preocupação atual é obter o número de conta e o banco onde deve ser paga a fiança.

Faço publicamente responsáveis aos poderes públicos envolvidos sobre as torturas que possa vir a sofrer essa mulher e os danos que resultem para seus filhos e sua saúde.

Peço fraternalmente a todos que difundam este mensagem o máximo que seja possível a todos seus contatos.

Se o advogado Josué de Souza que a defendeu na delegacia toma conhecimento disto, por favor, se comunique comigo:

Carlos Alberto Lungarzo

Carlos.lungarzo@gmail.com

11-9939-1501

CC: AI – USA- UK – Fr – HRW -GJ

Uma resposta em “Apedrejamento Vernáculo – AÇÃO URGENTE CONTRA A BARBÁRIE JUDICIAL”

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile