A vida que Jesus veio ensinar é bem simples

“Jesus não veio destruir a religião, mas levá-la à sua perfeição. Essa perfeição está além da religião. Esta precisa ser redirecionada constantemente para se tornar preparação para a vida cristã e não um fim em si mesma – o que é urna tentação permanente, ainda que inconsciente.

A vida que Jesus veio ensinar é bem simples. Mas essa simplicidade é, para nós, a cidade colocada em cima do monte, da qual nos aproximamos sem nunca poder atingi-la, mas com a esperança de finalmente alcançá-la um dia, após a presente caminhada.

Aqui na terra a vida é um permanente combate entre o amor e a resistência ao amor – que é o pecado. Isso nos mostra a necessidade de a religião estar em permanente mudança, para que se torne auxilio e não obstáculo ao crescimento da vida. A mensagem de Jesus é sempre a mesma, mas a religião varia de acordo com a variação das culturas.

A salvação é o amor. Quem ama está salvo e já passou da morte à vida. A morte física não o mudará. O que era na sua vida terrestre amor, permanece para sempre. A única realidade deste mundo que permanece para a eternidade é o amor.”

Fonte: O Caminho. Ensaio sobre o seguimento de Jesus (São Paulo: Paulus, 2004, p. 227)

Deixe uma resposta Cancelar resposta