Categorias
Cidadania Direitos Humanos Educação

A vida tem algum sentido?

Poder dizer o que nos acontece tem efeito sanador. Falar de nós mesmos, de nós mesmas. Partilhar a nossa experiência. Como está sendo a nossa vida? O que temos aprendido com o confinamento? A vida tem algum sentido? Qual o sentido da minha vida?

A pandemia tem exposto a céu aberto o sistema em que vivemos. O dinheiro é mais do que a vida, no atual sistema. Hoje é recordada a data em que foi dado o golpe de estado de 2016 no Brasil.

Uma eleição viciada conduziu à presidência da república alguém sem qualquer qualidade. Um setor significativo da cidadania colaborou com a quebra da ordem institucional. Pessoas indiferentes à dor alheia. Gente que não têm qualquer sentimento com relação às demais pessoas.

Os mortos vivos. As mortas vivas. Gente que não quer saber de nada. Não querem se dar ao trabalho de ver qual é o seu lugar na sociedade. Aceitam qualquer cousa que ouvem. Não refletem.

Morrerão como você e eu. A diferença é que alguns de nós fazemos de tudo por honrar a vida. Dar um sentido às horas do dia. Ninguém é mais do que ninguém.

Somos todos, todas, parte do tecido cósmico. Podemos nos integrar a essa textura tênue que sustenta tudo e contêm tudo. Esse é o tesouro que nenhum ladrão pode roubar.

Uma resposta em “A vida tem algum sentido?”

Super interessante seu artigo, parabéns! também me interesso sobre existencialismo, pela busca sobre o sentido da vida. Acredito ter encontrado a resposta definitiva com base na Teoria do Infinito Bilateral que rechaça a Teoria do Big Bang. A Teoria do Infinito Bilateral é válida tanto no contexto religioso (criacionista), quanto no contexto científico e filosófico. Explico melhor em meu artigo: https://davipinheiro.com/qual-o-sentido-da-vida/ este artigo posteriormente virou o livro FILOSOFIA FUNDAMENTAL, Pinheiro, Davi – ISBN 978-65-00-14668-4 onde também explico o que é a felicidade e outras questões fundamentais. Meu livro está disponível gratuitamente em https://davipinheiro.com/filosofia-fundamental/ devido a importância do tema, jamais cobraria por esse conhecimento. Fico muito feliz em poder compartilhar com você e com todos que se interessam sobre existencialismo e assuntos relacionados.

Deixe uma resposta