Petroleiros ampliam greve para denunciar entrega do pré-sal

8645d8b050786715d1a43a5d5e065f5bMobilizações atingem também Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia e Espírito Santo

A greve em diversos estados do Brasil se intensifica e denuncia à população as ações do governo golpista de entregar o nosso Pré-Sal e colaborar para o desmonte da Petrobrás. Assim, os petroleiros repudiam a venda das 104 concessões, com 98 delas produzindo. Todas estão divididas por cinco estados brasileiros: Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia, Espírito Santo.

A paralisação na Bahia continua forte, com grande adesão dos trabalhadores: os ônibus têm chegado vazios, além de estar ocorrendo um retorno para residências de todos os terceirizados por ausência de serviços e corte de produção em diversas concessões, em especial nas que estão à venda, como a de Miranga, onde já se apresenta uma redução de 1000 barris por dia.

No Rio Grande do Norte, os petroleiros e as petroleiras de Canto do Amaro estão desde segunda-feira em greve. Durante a paralisação, ampla maioria manifestou-se favorável aos seguintes encaminhamentos: suspensão da emissão de PT/PTT’s durante os cinco dias de greve; Estado de Assembleia Permanente; Participação no ato em frente à Base-34, em data a ser informada pela diretoria do sindicato em momento oportuno.

Assim como vários estados em que a categoria está mobilizada a favor da manutenção dos Campos Terrestres, São Paulo e Paraná também aderiram ao movimento, em solidariedade aos demais estados.

Desta forma, a greve de cinco dias denuncia a entrega do patrimônio nacional, lembrando a importância econômica e social dos Campos Maduros, que estão sendo doados. Os trabalhadores não vão permitir essa entrega. A FUP apoia a paralisação como um ato de resistência, contra as medidas do governo golpista de Mi$hell Temer, em parceria com o presidente interino da Petrobrás, Pedro Parente, que atuam entregando, às empresas estrangeiras, ativos e campos de Petróleo e Pré-Sal.

Com a adesão massiva de trabalhadores próprios e terceirizados, os petroleiros demonstram sua disposição de luta em defesa da Petrobrás e do Brasil! Contra a privatização da Petrobrás! Nenhum ativo a menos!

Fonte: CUT
http://www.cut.org.br/noticias/petroleiros-ampliam-greve-para-denunciar-entrega-do-pre-sal-7449/

Deixe uma resposta