Essa crise ao menos mostrou uma coisa: contra secretárias não há argumentos.

Castelo, julho de 2005

Deixe uma resposta Cancelar resposta

Sair da versão mobile